top of page

Mais algumas palavras para Malu

Atualizado: 21 de ago. de 2023

Filha, hoje é dia 17 de julho de 2023. Você está com nove meses. Tem um riso fácil e faz covinhas na bochecha quando ele aparece. Tem uma montoeira de dentes. Tem um montinho de cabelo bem no cocuruto, cheio de cachinhos que eu amo mais que tudo. Gosta de abacate, de mamão, de feijão, abóbora, batata doce, carninha. Adora ouvir músicas e começa a bater palmas sempre que alguma começa ou alguém canta para você. Remexe o tronco quando gosta do ritmo. Reconhece os bichinhos no seu quarto, sempre conversa com o macaco quando acorda. Gosta de ouvir histórias. Sente cócegas no pé. Prefere mamar no seio direito. Adora mamar. Mama e senta para ver o que está acontecendo à sua volta. Mama e vira a cabeça para, como diz a sua vó Regina, "tomar fé" de tudo. Mama e tenta puxar meus cabelos. Mama e tenta puxar os próprios cabelinhos. Mama e mexe nas minhas unhas. Mama e mexe nas próprias unhas. Mama e me olha de lado. Mama e ri quando eu falo alguma gracinha. Mama e dorme. Dormimos juntas. Acorda de madrugada e me procura. Acorda de manhã e procura algum brinquedo. Fala bastante quando acorda. Não gosta muito de ficar deitada no trocador. Não gosta tanto de frutas cítricas. Gosta de passear. Gosta de tirar as meias e os sapatos. Gosta de tentar puxar os pelinhos da Nyme, mexer no rabo e na patinha dela. Fala papa, mama, não sabemos se muito intencionalmente. Uma vez falou mamãe quando estava chorando. Rola pra esquerda, pra direita não muito. Na semana passada levamos você para a fisio fazer uma avaliação. Vamos ter que trabalhar para estimular mais o seu desenvolvimento motor. Fiquei preocupada. Não sabemos muita coisa. Isso é uma constante na vida, quase sempre não sabemos muita coisa, mas na maior parte do tempo achamos que estamos no controle. Aí chegam os filhos e nos obrigam a entender que não há controle. Há o agora. E assim seguimos. Descobrindo você. Apoiando você. Descobrindo novos mundos com você. Descubro que posso ser mais forte e corajosa com você. Por você. Para você. Descobri que seu pai é mais forte, incrível e corajoso do que eu imaginava. Descobri um amor que não tem explicação, tamanho, começo ou fim. Um amor que transcende. Descobri que eu não sabia nada sobre amor antes de você. E olha que foram só nove meses com você fora da barriga. Que o Universo nos permita mais uma vida inteira pela frente. Uma vida de novas coisas para aprender a seu respeito e a respeito dessa rotina sem rumo e sem roteiro que a gente chama de vida, minha Maluquete. Amo você.



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page